sábado, 23 de outubro de 2010

Protógenes Queiroz diz ter pasta preta que pode mudar rumo da eleição, além de trazer á tona fatos ocultos sobre a corrupção no Brasil......

Robinson Dias

JD PERY.COM



Após retornar aos holofotes da imprensa, e, como sempre trazendo a tona, provas comprobatórias sobre polêmicos temas da lei, e da impunidade e, ou, abordando fatos sobre a corrupção ativa por ocupantes de cargos públicos do alto escalão.  Ele agora, se intilulando ''' um novo soldado da política brasileira, desde 3 de outubro, então eleito deputado federal, o ''inclito e destemido delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz (PC do B-SP) que prendeu numa só noite os bandidos: Paulo Maluf, Celso Pitta e o banqueiro e bandido Daniel Dantas, segundo o delegado- foi alçado ao posto de, em suas próprias palavras, "peça-chave" da campanha de Dilma Rousseff (PT) nos embates contra o tucano José Serra (PSDB).

Ontem, gravei este video no TERRA on line, onde Protógenes concede entrevista ao vivo. Ele afirma que estará em todos os debates com sua "pasta preta",...e não precisando antes, abrirá a ''pasta preta'' só no dia 29 - no ultimo debate a ser transmitido pela rede globo para todo o Brasil, para que o povo brasileiro fique sabendo de fatos ocultos de corrupção no governo, e, que podem mudar o rumo das eleições no Brasil.



O delegado afirma que esta ação se deve por uma questão de ética e cumprimento do dever, para servir a pátria, servir o seu pais.




Por: Robinson Dias

domingo, 17 de outubro de 2010

"A DERSA anuncia: obras no trecho norte podem começar em 2011" - ZN na Linha

Publicado em: 29/09/2010 - 13:33


NotíciasTransporte e Mobilidade UrbanaCidade de São Paulo


LEIA PARA SABER MAIS: Pra que serve o RODOANELde São Paulo? 

A OAB Santana, através de sua comissão de meio ambiente, convidou a DERSA para dar as primeiras informações à comunidade sobre a proposta do Rodoanel na Zona Norte. O evento também foi uma oportunidade para que a empresa soubesse que a comunidade tem muitas perguntas e questiona a realização dessa obra.

O trecho Norte do Rodoanel foi o primeiro a ser discutido, no começo dos anos 2000, mas a pressão da comunidade, devido aos impactos ambientais na serra da Cantareira, fez com que a DERSA adiasse a discussão, e o trecho Norte ficou como 4ª e última etapa da obra, para o "fechamento" do anel.

Marcelo Barbosa, gerente ambiental da DERSA, apresentou uma série de slides para as cerca de 100 pessoas que lotaram o auditório, e ficaram decepcionadas com as imagens, que não mostraram com precisão onde passaria o Rodoanel. De qualquer forma foram dadas informações importantes na palestra, que são abaixo sintetizadas:
1 - A DERSA analisou 19 opções de traçado no trecho Norte, e já definiu um traçado preferencial.

2 - Esse traçado preferencial é também chamado de "opção Sul", ficando no lado "de baixo" da serra da Cantareira, passando assim próximo dos distritos Brasilândia, Cachoeirinha, Mandaqui e Tremembé.


3 - Uma referência é o clube de funcionários da SABESP, na Vila Rosa: o traçado passaria exatamente sobre esse clube, onde ficava o primeiro reservatório de água da cidade de São Paulo

4 - O traçado preferencial terá seis túneis, sendo cinco no município de São Paulo, e um em Guarulhos.

5 - O EIA (Estudo de Impacto Ambiental) e o RIMA (Relatório de Impacto Ambiental) já foram feitos e protocolados na Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

6 - Segundo o eng. Barbosa, a licença ambiental do trecho Oeste levou 4 anos, mas a do trecho Leste apenas 10 meses. Se forem aprovadas as licenças ambientais do trecho Norte, a proposta da DERSA é iniciar as obras em 2011, com entrega em 2014.

7 - Barbosa concordou com a afirmação do público, de que o traçado do Rodoanel vai passar pela zona de amortecimento (protetora) do Parque Estadual da Cantareira.
8 - O custo é de cerca de R$ 5 bilhões, valor que inclui as desapropriações necessárias.

9 - O EIA e o RIMA da trecho Norte já estão disponíveis para serem baixados no site www.dersa.sp.gov.br, clicando em Rodoanel, trecho Norte.(O mapa detalhado do traçado está na pág. 24 do RIMA)

Cristina Greco, da comissão de Meio Ambiente da OAB Santana, fez a leitura de perguntas dos moradores do condomínio Itatinga, do Jardim Peri, do bairro Cachoeira, do Tremembé, e do Núcleo Cabuçu em Guarulhos, entre outros, que estiveram presentes, e reclamaram da falta de comunicação com os moradores afetados, que só acontece agora, quando já tem um traçado definido. O engenheiro Barbosa afirmou que o momento de discutir começa agora, e que audiências públicas serão marcadas, onde as definições podem mudar.

Os presentes reforçaram a idéia da Serra da Cantareira como um patrimônio ambiental mundial, que faz parte do Cinturão Verde da Reserva da Biosfera, sancionado pela UNESCO. Foram lembrados os males que a sociedade já sofre, pelo privilégio aos automóveis. Também que já foi dito inclusive pelo ex-governador Serra, da possibilidade do Rodoanel ser uma "rodoferradura", ao não fechar no trecho Norte, devido aos obstáculos ambientais.

Armando Benetollo, do Conselho Comunitário Santana-Tucuruvi, informou que desde 1998 o Lions Tremembé se mobiliza para reverter essa obra que, segundo ele, é um investimento desnecessário e fere o meio ambiente. O Conselho encaminhou ofícios em 26/04/2010 (à DERSA) e em 23/09/2010, à Secretaria do Verde, pedindo o cancelamento do trecho Norte do Rodoanel. Benetollo entregou novo ofício nessa noite à OAB-Santana.

Fábio Mourão, presidente da AOB Santana, disse que as coisas podem ser mudadas, se houver uma forte pressão popular. Ele lembrou que um movimento recente na Zona Norte fez mudar a decisão do poder público de construir um entreposto cerealista na av. Zaki Narchi. O trabalho conjunto da comunidade fez com que o projeto fosse cancelado. Mourão pediu que as demandas de moradores sejam entregues por escrito, e que a OAB-Santana pode ser um canal para isso, através do e-mail santana@oabsp.org.br. Ela afirmou que o Ministério Público poderá ser acionado, em caso de ilegalidades cometidas sobre o meio ambiente.

Veja mais Notícias

sábado, 16 de outubro de 2010

Por: Robinson Dias

O DIA 12 DE OUTUBRO DESSE ANO FOI DIFERENTE E MAIS DIVERTIDO PARA AS CRIANÇAS DO JARDIM PERY E VILA AMÁLIA,  E COM DIREITO A PULA-PULA, PISCINA DE BOLINHA, PASTEL, CACHORRO QUENTE E BRINQUEDOS DE PRESENTE.


ZONA NORTE: Em comemoração ao Dia das Crianças em 2010, O MOPERI, grupo de voluntários dos bairros JARDIM PERI/ VILA AMÁLIA, organizaram uma programação especial voltada ás crianças da comunidade e adjacências.

Com muitas brincadeiras e a entrega de lanches, meninos e meninas puderam se divertir gratuitamente e desfrutar de um dia especial e muito agradável ao lado dos pais e mães. No finalzinho da festa teve a distribuição de brinquedos. Bolas e carrinhos para os meninos, e joguinhos, bonecas e até roupas para as meninas.


  Andreia, outra organizadora, nos conta com entusiasmo como é participar do evento para as crianças. _Olha, eu estou muito feliz de estar aqui colaborando com a festa feita especialmente para as crianças do Jardim Pery/ Vila Amália. Esta é primeira de muitas que nós já pensamos em fazer daqui pra frente nesta rua, se depender da nossa união. Ester, também se disse ralizada colaborando no evento. _Esta festa de hoje foi só o começo. É só uma sementinha que a gente esta plantando, e pretendemos que cresça. E que se todo ano possível for, com a ajuda de todos que participaram hoje desta,  nós façamos outras e outras. E desde já pedimos a participação de mais colaboradores.

Realizado na Rua Ponta de Areia, o evento teve inicio a partir das 12H00 com a abertura dos brinquedos pula- pula e piscina de bolinha. As 13:00 começou a entrega dos lanches- cachorro quente e pastel.
Andréia, comerciante autônoma e moradora do Jd Pery, sempre vem colaborando com os eventos já realizados na região, além de constribuir ela também põe a mão na massa, fritou pastel com movimento e ritmo de feira. E o Dj, além de trazer o equipamento de som também animou a festa com musica infantil, e mais ritmos, enquanto pelo microfone fazia a chamada na hora de distribuir as senhas pra pegar cachorro quente. _Tem cachorro quente pra todo mundo, mas tem que entrar na fila’’ diz o DJ.

Com bastante musica infantil e brincadeiras, a festa ficou mais animada ainda, e colorida. ‘’Legal a festa no nosso bairro, eu também ganhei brinquedo’’ falou Clarinha, 6 anos..Sua irmã Helena também disse que se divertiu e também ganhou brinquado.


   
  Também foram realizadas brincadeiras, pula- pula e piscina de bolinha. que também fizeram parte do dia deste especial. Ao final da programação, foram distribuídos os brinquedos que doados pelos comerciantes da região.

Maria de Lourdes Conceição da Silva é uma das organizadoras do evento, e conversou com a nosa redação. _Eu queria agradecer muito aos comerciantes que contribuiram, e a todos que trabalharam comigo nesse evento, principalmente as meninas: Jessica-Celia-Ester-Solange-Renata-Andreia-Marcelina- Marcia, também ao Artur- Sandro e José, quais, sem o apoio a festa não aconteceria. Na foto ao lado  organiza e separa os presentes arrecadados antes de serem distribuidos ás crianças. Foram mais de 150 brinquedos doados. E se Deus quiser no natal vamos fazer outro evento. Afirma Lourdes.
_Esta festa só pode ser realizada com a união dos moradores e a colaboração dos comerciantes e é tudo em prol ao Dia das Crianças do nosso bairro. Falou Maria de  Lourdes.

O MOPERI- Movimento Peri- agradece aos colaboradores que com doações e boa vontade permitiram a realização de mais um evento em nossa comunidade, trazendo um pouco mais de alegrias e felicidades á nossa gente. M. de Lourdes Conceição da Silva

Clique para ler a cartta de agradecimentos e as bandeiras dos colaboradores.


Texto e fotografia:
Robinson Dias




sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Falando em Horto Florestal, lembraimos que em SP também não temos Saneamento básico, como na Bahia, Pernambuco, Minas, Paraná, rj...

Lago das capivaras/ Horto Florestal/ out 2010
Após décadas ter ficado oculto o fato de os  esgototamentos sanitários do bairro da Pedra Branca, Itatinga e Vila Santos, correr uma parte a céu aberto e, outra em rede coletora, sem tratamento aos lagos do parque Alberto Loefgren conhecido Horto Florestal de São Paulo, a diretoria geral do Instituto Florestal, órgão da SMA Secretaria do Meio Ambiente de SP, finalmente admitiu problemas na rede coletora da  e na estação de tratamento de esgotos (feita só pra testes) do parque.


O fato só foi admitido após bombástico vídeo publicado no youtube, da comunidade ‘’Preserve Já’’ em protesto contra os maus tratos aos animais no parque Horto Florestal.

E não era para menos que dirigentes do Instituto Florestal tomassem logo atitude após fortes e contundentes denuncias feitas á ouvidoria do estado de irregularidades que vem ocorrendo há décadas neste parque.

Desta vez foram três as denúncias de vídeorepórteres amadores que serviram de estopim para que medidas fossem tomadas no plano de manejo do parque Alberto Loefregn, que ainda esta para ser implantado.


A boa noticia e a novidade é que desta vez a contundência nas denuncias não se deram por reportagens feita pela rede globo, bandeirantes, sbt, cbn, gazeta da zona norte, folha, estadão ou os jornalecos de bairro que divulgam eventos no parque, mas sim por meio de vídeos comuns, filmados, editados e postados por pessoas comuns em canais gratuitos via Internet, no caso no canal youtube.

Uma das denuncias foi à publicação do vídeo ‘’ visitante denuncia esgoto a céu aberto no horto florestal’’da visitante Maria Luisa Scioli, moradora do Jardim Pery da ''Comunidade Preserve já''.



Luisa, uma das denunciantes, conta que como seus a traziam ao parque quando criança, traz suas crianças nos fins de semana no Horto para se divertirem nos brinquedos do parquinho infantil. _Meus pais todo fim de semana me traziam com meus irmãos no Horto, e já naquela época nos alertavam que a água era 100% poluída, então, sempre eu soube de velha das limitações do parque em questões de higiene, e evito o máximo deixar que meus filhos também brinquem em certos lugares onde há vazamentos de esgoto, preferindo alternativamente locais altos onde não fica encharcado, mas no domingo que gravei o vídeo a situação estava deplorável, uma vergonha, um caso de policia, um descaso dos administradores do Horto para com a população, quando cheguei o terreno onde ficam os brinquedos infantis e os equipamentos de ginástica estava todinho tomado por corredeiras de esgoto a céu aberto. Assim, peguei a minha câmera e filmei tudo, depois postei no youtube e mandei para o governador e para o secretário do meio ambiente, e deu no que deu.


Robison Dias

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

EM SÃO PAULO ESGOTO É DESPEJADO NOS CÓRREGOS, NOS RIOS OU CORREM PARA O MAR

Esgoto do estado mais rico do Brasil é despejado nos córregos que desaguam nos rios e correm pro mar


Levantamento publicado pelo jornal Estado conclui que pelo menos metade do esgoto produzido nas 13 cidades do litoral paulista é despejada sem tratamento no mar e no lençol freático. São Paulo não avança em ranking de saneamento, diz estudo de instituto. A contaminação equivale a 1,5 mil litros de esgoto por segundo, o suficiente para encher em uma hora duas piscinas de 2,5 milhões de litros cada. A falta de tratamento do esgoto pela Sabesp é o principal motivo. A instituição responsável pelo esgoto do Estado de São Paulo cobre apenas 53% da Baixada Santista e 35% do Litoral Norte. Com o programa Onda Limpa, iniciado em 2007 na Baixada, a Sabesp afirma investir R$ 1,5 bilhão na ampliação da rede de esgoto das cidades litorâneas. A maior parte do investimento é destinada à Baixada, onde em janeiro serão inauguradas sete estações de tratamento. De Bertioga a Peruíbe, a cobertura da Sabesp deve alcançar 95% quando o programa for concluído. Nas quatro cidades do Litoral Norte foram investidos R$ 300 milhões.



Postado por RCBLOGNEWS - Blog do Roberto de Carvalho às 09:43

PALESTRA da DERSA sobre RODOANEL - TRECHO NORTE

Será oferecida pela Casa do Advogado de Santana uma palestra sobre o Rodoanel, trecho Norte com o gerente de Gestão Ambiental da Dersa. PARTICIPEM o novo traçado está em fase de aprovação!

“RODOANEL - TRECHO NORTE”





EXPOSITOR:

MARCELO ARREGUY BARBOSA

Engenheiro Civil, graduado pelo Instituto Politécnico da Universidade Católica de Minas Gerais; Gerente de Gestão Ambiental da DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A



DATA/ HORÁRIO/ LOCAL:

28 de Setembro (terça-feira)

19:00 horas

*** Casa do Advogado de Santana ***

Rua: Victório Primon, n. º 372 - Casa Verde.





INSCRIÇÕES/ INFORMAÇÕES:

01 quilo de arroz ou 01 quilo de feijão

Casa do Advogado de Santana

Fone: (11) 3966-0619/ (11) 3857-2298

www.oabsantana.org.br - santana@oabsp.org.br





COORDENAÇÃO:

Dra. Maria Cristina Greco

Coordenadora da Comissão do Meio Ambiente





ORGANIZAÇÃO:

Dra Maria Cristina Greco

Coordenadora da Comissão do Meio Ambiente



PROMOÇÃO:

Dr. Fábio Mourão Antonio

Presidente da OAB 125ª Subseção de Santana





APOIO E DIVULGAÇÃO:

Dr. Luiz Flávio Borges D’Urso

Presidente da OAB Seção São Paulo

Dr. Umberto Luiz Borges D’Urso

Diretor Cultural da OAB Seção São Paulo



_______________________________________________________________

*** Serão conferidos certificados de participação com carga horária ***

Vagas Limitadas



*** CONVÊNIO COM O ESTACIONAMENTO BLUER CLIMA ***

* AV. ENGENHEIRO CAETANO ÁLVARES, Nº 530 *

* R$ 4,00 O PERÍODO DA PALESTRA/ CURSO *



PARA SABER MAIS A RESPEITO DO PROJETO RODOANEL E SE PREPARAR PARA A PALESTRA, ACESSE O SITE: http://averdadedorodoanel.blogspot.com/

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

PICO DO OLHO D'AGUA NA SERRA DA CANTAREIRA NAS LENTES DO PERYNEWS

O ponto mais alto do Morro do Juquerí é o Pico do Olho d'agua, próximo do centro da cidade de Mairiporã, no Bairro Ecológico Sierra Madre, com acesso pela Alameda Dr. Alípio Leme e Av. Ecológica do Pico Olho d Água.
Do alto do Pico, com mais de 16,00 m de altitude  tem se uma ampla vista panorâmica de onde se avista toda a cidade de Mairiporã a, a represa e todo o vale do Rio Juquerí, com as montanhas ao redor.

 

Conhecido por uma grande massa visitante, o Pico oferece um visual deslumbrante aos amantes e adoradores da natureza. Mas Infelismente, muito lixo ainda é encontrado nas trilhas e no topo do pico. Deixado pelos porcões mau educados.. Não são poucos vídeos inspirados nesse Oásis em plena selva de pedra.

Do ponto culminante partem as trilhas ecológicas: do Urubu e da Saracura, que seguem morro abaixo ,com vários obstáculos naturais, proporcionando um downhill bastante técnico e com trechos rápidos, sendo também uma boa opção para um trekking. O pico tem também uma rampa natural de Vôo Livre. Coincidentemente, na visita que fizemos neste domingo, encontramos Willians dos Reis, praticante de voo livre, morador do Jardim Alto.
CLIQUE PARA VER ONDE FICA O PICO

.


MAIRIPORÃ - SP


Mairiporã Fica a 38 km de São Paulo pela Rodovia Fernão Dias, que liga a capital paulista à mineira Belo Horizonte, e quase poderia ser considerada uma extensão da Grande São Paulo, não fosse estar separada da capital pela Serra da Cantareira.

Com mais de 80% de sua área transformada em Área de Proteção de Manancias, Mairiporã tem importância fundamental no abastecimento de água da Grande São Paulo. É nela que fica o mais importante reservatório do Sistema Cantareira, a Represa Paiva Castro, que é responsável pelo fornecimento de grande parte da água consumida na capital.

A Área de Proteção de Mananciais foi criada para proteger as nascentes e os rios que alimentam o reservatório, e abrange a Serra da Cantareira e a Região do Vale do Rio Juquerí, o principal rio na formação da represa. É nesta duas regiões que se encontram as muitas opções de aventura. São várias trilhas e caminhos para se percorrer em um veículo 4x4, uma moto, mountaibike, a cavalo ou mesmo em um trekking. A extensa represa é um belo palco a ser percorrido em um caiaque ou canoa, ou velejandoem um pequeno veleiro ou uma prancha de windsurf. Outra atração é uma enorme pedreira desativada com extensos paredões verticais de rocha, onde existe uma grande quantidade de vias de escalada e rapel.


Como se vê, tem aventura para todos os gostos. Veja em ”Atrações” mais detalhes sobre elas.

visitantes do Pico do Olho D'agua


Aproveitando a Viagem

Além de Mairiporã, outras cidades da região como Atibaia, Joanópolis, Nazaré Paulista e Piracaia, oferecem opções para os aventureiros. As cidades em negrito já possuem informações no site, é só acessa-las através da Busca Direta. Em breve estaremos trazendo também informações sobre as demais cidades.



quarta-feira, 15 de setembro de 2010


OLHAR AMBIENTAL: PERYNEWS encontrou esgoto a céu aberto dentro do Arboreto Vila Amália

Leia também:Arboreto da Vila Amália no Horto Florestal: Importante no passado, esquecido no presente.

Esta área, que no passado serviu de importante campo de estudos científicos e para a coleta seletiva de mudas e sementes de espécies da flora nativa para a conservação e o reflorestamento, com o tempo perdeu espaço á novos e emergentes viveiros do interior do estado. No fim da década de 70, deixou de servir á pesquisa, sendo utilizado alternativamente e com mais freqüência pela população do entorno como área de lazer. Mas por falta de manejo a área sofreu alterações devido o impacto urbano. .

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Morreu em São Paulo o dramaturgo e criador da série televisiva ''O Vigilante Rodoviário''.

Por Robinson Dias

Ary Fernandes estava internado no hospital estadual do Mandaqui

O ator-dramaturgo- Ary Fernandes, autor da série feita para a televisão brasiliera no inico da década de 60 ''O Vigilante Rodoviário'', faleceu em São Paulo na manhã de ontem (domingo).
Fernandes encontrava-se internado no CHM- Complexo Hospitalr do Mandaqui. A assessoria do hospital não informou a causa do seu falecimento.

Com vários trabalhos no cinema e televisão, Ary acabou se afastando da sua profissão ainda na década de 80. Desde 2005 enfrentava problemas de saúde após sofrer um AVC (acidente vascular cerebral).

Ele foi internado na noite de sábado (28) com fortes dores no estômago e sofreu quatro paradas cardíacas no período em que esteve no hospital, morrendo na manhã deste domingo.

O corpo do ator foi velado no cemitério Chora Menino, em Santana, na zona norte da capital paulista. Após o evento que foi aberto apenas para familiares e fãs. O enterro ocorreu as 11 horas desta segunda-feira.

O nosso canal informativo deixa esta reportagem como saudação e homenagem ao ator  e dramaturgo Ary Fernandes.
O repórter Jefferson, antes do PERYNEWS havia conversado pessoalmente
com o ator Carlos Miranda, o 1º ator que interpretou o papel como o Vigilante Rodoviário.. 

VEJA O VÍDEO.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Jardim Pery comemora o 3º ano da Lei Maria da Penha



Finalmente foram embora os atiradores . UFFA DEMOROU!!!


Numa grande área arborizada, com vários campos onde se praticavam treinos, provas e campeonatos de tiro esportivo, Skeet, Trap, Fossa Olímpica, entre outras modalidades, o Clube Paulistano de Tiro permaneceu por 71 anos de existência, em plena atividade.
Localizado na Av Santa Inês 3321 - Jardim Peri, o CPT ocupou desde a sua fundação em 1939, uma área de 178 mil metros quadrados.

O clube, serviu á apenas uma comunidade em particular. Suas atividades trouxeram muito pouco ou quase  nehum beneficio á região, e ainda provocaram muitos problemas e desconfortos á população e sérios danos ambientais ao meio ambiente local..
Numa parte da mata de frente para o front de tiro, árvores com troncos mutilados pelo despejo excessivo de chumbo dos canos das armas de variados calibres..

A entidade, que usufruiu da área durante setenta e um anos, tinha como autorização uma ''escritura de concessão para uso gratuito'', ou seja sem contribuir com um centavo aos cofres públicos.

 Além de instalações para se praticar o tiro esportivo em um lugar nobre e seguro, localizado dentro da cidade de São Paulo, o CPT também promovia eventos, festas e convenções, oferecendo: Restaurante, Hall, Oficina de Armas, Churrasqueira, Playground, e uma linda paisagem cercada pelas copas das árvores do Arboreto Vila Amália com vista voltada para o centro da cidade. Uma pena que era para poucos.
É difícil entender como pode o clube de tiro, que, além de incentivar esporte pouco recomendado, e gerar degração ambiental, ter sido instalado dentro de uma área considerada Unidade de Conservação Ambiental, e permanecido em atividade durante quase um século diante da sede oficial do Instituto Florestal- o órgão que se intitula '' O guardião da Biodiversidade''.

 Muito mais estranho ainda é o fato de a área, apesar de ser pública, ter servido durante tanto tempo apenas por particulares, que, geralmente nem moradores da região eram.,
O amigo navegante ''Angelo dos Reis'' nos lembrou dos tempos quando o Clube Paulistano de Tiro ainda se utilizava nas finais de competição e grandes campeonatos, principalmente de pombos como alvos moveis para o belo prazer do atirador.'' Naquele tempo, isso em meados do inicio da década de 70, íamos pegar os pombinhos que eram acertados pelos tiros mais não morriam. A gente pegava e tentava cura-los, pra criar, geralmente sempre morriam...Lembra Ângelo.
 As atividades, fossem treinos ou em provas tinham sempre como direção a mata do arboreto Vila Amália, com isso o grande despejo de chumbo ao longo dos tempos foi destruindo parte da vegetação e degradando o solo. Tais atividades eram de conhecimento e o consentimento do Serviço Florestal de SP e da aprovação do governo do estado
. Ou seja, não eram atividades ilegais, apesar de degradantes
Vídeo mostra atirador quando frequentador em atividade..

Como a Sra. Miriam, outros moradores reclamavam de  muitos acidentes que ocorriam quando
Além dos prejuízos causados ao meio ambiente local  na contaminação do solo, por quase seis décadas devida a atividade, também os estampidos ensurcedeceram e incomodaram a vizinhança, com tiros de armas de todos os calibres.

Clube Paulistano de Tiro


Avenida Santa Inês, 3321 - Mandaqui
São Paulo - SP, 02631-000
(0xx)11 2231-0781
Ónibus: Av. Sta. Inês, 0




Texto: Robinson Dias

terça-feira, 25 de maio de 2010

Prefeito Kassab é vaiado em evento no Jardim Pery

No dia 05 de maio de 2010 o prefeito Gilberto Kassab (DEM) enfrentou num só evento dois protestos Um de moradores e outro dos dentistas da prefeitura que estão em greve.. O fato ocorreu no bairro Jardim Peri, na zona norte da capital paulista no momento que o prefeito inaugurava mais um trecho da canalização do córrego Guaraú, no mesmo dia foram liberadas as pistas da nova avenida Afonso Lopes Vieira.
São obras que há há trinta anos a população vem reivindicando.

Desde o inicio da gestão do prefeito José Serra antecessor de Kassab são mais 500 mts concluidos de canalização  do córrego Guaraú, e mais duas pistas paralelas ao córrego que visam fazer a ligação do Jardim Pery com a Avenida Inajar de Souza, facilitando o transito local e  dando acesso rápido á marginal tietê. Esta é uma obra muito esperada por todos nós da regiãoe é muito bom ve-la sendo entregue, espero que se conclua o restante....Comentou a moradora Rose, 57 anos no bairro..

Centenas de moradores da região acompanharam o evento de inauguração, além de parlamentares que subiram ao palco com o prefeito. Na platéia líderes comunitários que gritavam em protesto fizeram várias exigências, os pedidos eram:  a construção de uma passarela sobre a nova avenidas que não tem calçada. "As crianças precisam andar dois kilometros para ir na escola", perguntava Roberto Perez. O prefeito Kassab não respondeu aos protestos dos moradores.

E não foram só os gritos de protestos de moradores descontentes com o prefeito Kassab. Também teve o apitaço dos dentistas da prefeitura protestando no evento. Eles estão em greve.

Com apitos e uniformizados os grevistas reivindicavam equiparação salarial á dos médicos, promnetida pelo prefeito quando Kassab visitou nosso sindicato. O prefeito tem que cumprir o que ele prometeu Disse Pedro Petrelli -presidente do sindicato dos dentistas de São Paulo. Os manifestantes também tentaram falar com o prefeito, mas, também sem sucesso.

Protegido por seguranças, Kassab ignorou os manifestantes e saiu em disparada com seu prefeito móvel, como de costume nas saidas de eventos onde não é bem recebido.

Esta obra esta incompletíssima, não tem lombadas, falta a construção da passarela, não tem iluminação na pista, é uma auto pista perigosa, não deveriam inaugurá-la assim, as pressas. Eu acho que é o momento politico. Reclama Roberto Perz, morador do Jd Pery há 50 anos.

Veja o vídeo do PERYNWES no dia da inauguração

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Prefeito inaugura novo Sistema Viário e Canalização do córrego Guaraú no Jd Pery

 
O prefeito Gilberto Kassab compareceu nesta quarta-feira (5/5) na cerimônia de entrega de mais uma etapa das obras de canalização do córrego Guaraú, e o novo sistema viário no Jardim Peri, na Zona Norte. Segundo nota da prefeitura, mais de vinte mil pessoas serão beneficiadas diretamente com a entrega das obras.

"Trata-se de uma obra muito aguardada na região, que vai beneficiar um grande número de moradores do Jardim Peri. Com a liberação da pista, a Secretaria de Transportes vai dar andamento aos estudos para novas linhas de ônibus no bairro e a implantação de dois semáforos", disse o prefeito.

Esta obra é uma antiga reivindicação da população e vai minimizar parte das enchentes na região, além de abrir um novo acesso viário do bairro com a Nova Tietê.
O novo trecho possui aproximadamente 1 km de extensão, com duas pistas e ligará a avenida Afonso Lopes Vieira à praça Dom Helvécio Gomes de Oliveira, e as avenidas Maria Antonieta Martins, Mariana Caligiori Ronchetti e Peri Ronchetti, melhorando o acesso aos bairros do Jardim Peri e Vila Amália.


Na cerimônia, o prefeito e outros parlamentares subiram ao palco, onde fizeram o pronunciamento solene de abertura.
O Sr. Elizeu, um dos mais antigos moradores do bairro foi quem tocou a buzina anunciando a abertura oficial da nova pista.
Serão mais de vinte mil munícipes beneficiados com a canalização do córrego Guaraú, é uma obra realizada pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras, SIURB. A obra inclui a pavimentação das vias laterais ao córrego da av. Afonso Lopes Vieira até o largo do Peri, e de trechos das ruas José de C. Soares e Edgar Salles. O conjunto dessas obras abre nova ligação viária para a Marginal Tietê, constituída de duas pistas de três faixas. Cada pista tem 350 metros.

Moradores locais reclamam de inauguração antes da obra ser totalmente concluida. ''Não há iluminação na pista, cade a passarela para atravessarmos de um lado para o outro? e as crianças para chegarem á escola como será? Indaga Ivanildo.
É fato que esta nova etapa de obras entregue por Kassab trará com o tempó novas perspectivas e impacto de crescimento economico para o bairro, valorizando imoveis, aquecendo o comércio do bairro e da região, mas, outras benfeitorias, como as que fazem juz ao real desenvolvimento sustentável á seus habitantes, in loco, também são necessários, já deveriam estar prontas, ou a caminho. Mas que não ainda na pauta do atendimento ás reivindicações da população. Falta a participação dos moradores no projeto do bairro.
''No bairro não existe ainda uma área de lazer com quadras poliesportivas e equipamentos para a pratica de esportes, falta uma biblioteca, telecentro, escola profissionalizante, segurança e etc... e estas necessidades não serão supridas apenas com a pavimentação de uma ou duas pistas e da canalização do córrego. A pavimentação em geral, sabemos que é uma necessidade exigida pelo progresso, entretanto, o que de práticidade fica ás nossas comunidades senão o bairro transformado em uma nova estrada de rodagem?? Eo córrego Guaraú, este jamais deveria ser canalizado, mas sim tratado, despoluido e preservado. Quem sabe servisse até para o lazerAlém das canalizações a SIURB, em conjunto com a Subprefeitura de Casa Verde e com o Departamento de Iluminação (ILUME), executou as obras de remodelação do Largo do Jardim Peri, com reurbanização, plantio de 2.240 espécies de mudas de árvores.
Com a conclusão desta obra, a Nova Via Córrego Guaraú passa a funcionar com 1 km de extensão com duas pistas de 10 metros de largura cada com três faixas de rolamento por sentido.

O projeto desenvolvido pela CET (GPV) prevê colocação de 61 placas de regulamentação, retirada de 16 placas e a pintura de 520 m² de sinalização horizontal, além da implantação de dois novos semáforos. Esses novos semáforos estão no cruzamento da Avenida Peri Ronchetti com a Praça Elvécio Gomes de Oliveira e no canteiro central da Nova Via, entre a Avenida Maria Antônia Martins e a nova via.

As obras foram iniciadas em julho de 2007, e o custo atualizado é de R$ 15 milhões.

Outras obras
A SIURB executou um trecho emergencial de canalização, 150 metros, nas proximidades da AMA Jardim Peri, junto à av. Peri Rochetti (Casa Verde). A contenção das margens foi feita por gabiões (espécies de gaiolas com pedras). Este trecho foi iniciado em fevereiro de 2007 e concluído setembro de 2007.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Jefferson Siqueira flaga outra capivara mutliada


Problemas de animais sofrerem maus tratos no parque Alberto Loefgren- Horto Florestal- não é novidade nenhuma pra quem o conheça, dificil é entender porque os mesmos erros ainda acontecem.. Para falar do Horto prefiro sempre analisar os dois lados antes de dizer em alguma coisa, pois, tem o lado bom e tem o lado ruin, prefiro não correr o risco da imparcialidade na opinião: de um lado vejo e analiso suas raras belezas , com uma composoção arbórea magnifica e exuberante, composta por espécies nativas raríssimas da fauna brasileira e exóticas ..como o lindo bosque dos pinheiros europeues, ou das alamedas com coqueiros, cicas, Rhafias...de seus muitos passaros e patinhos, das trilhas encantadas e reflorestadas e milhare e Pau Brasil. dos lagos cheios de patos, paturis, capivaras, garças e etc...Uma maravilha incomensuravel ....Entretanto, por outro lado vejo situações em desacordo com as normas de gestão na manutenção deste parque, sendo o maior dos problemas o esgoto a céu aberto que entra nos lagos, há décadas, e todos sabem disso, população e instituições.., ou não sabem. Sergio, visitante e morador da Vila Rosa.

Esta imagem ao lado, foi enviada pelo internauta e repórter cidadão Jefferson Siqueira, tomada no interior do parque no inicio desta semana. Jefferson flagrou o momento que outra capivara mutilada circulava
na área, ela possui diversas feridas no corpo e uma marca que demonstra ter sido laçada, são marcas parecidas com as de outra capivara filmada em outubro de 2009, editada e publicada pelo editor deste portal, tendo publicado o vídeo no canal Perynews web tv noYoutube.
OBS: O vídeo ‘’ Capivara Morre por maus tratos no Horto Florestal ‘’ rendeu muitos acessos, e, um processo contra o editor Robinson Dias na procuradoria do estado, já que é funcionário na mesma ‘’UC’’ unidade de conservação. A ação movida contra Robinson foi feita pela funcionária da Fundação Florestal Sra. Ana Lucia Arromba que é responsável pela gestão do parque.. é

No mês passado, três meses após este portal ter mostrado o vídeo da capivara flagrada morta com sinais de maus tratos a SMA Secretaria do Meio Ambiente através do secretário Xico Graziano respondeu ás denuncias o empossamento dos membros do Conselho Consultivo do Horto Florestal, que é o grupo escolhido entre representantes das instituições do estado e do município e da sociedade comum, no 1º escalão estão: Instituto Florestal, Fundação Florestal, Policia Militar e Ambiental, Bombeiros do setor norte, prefeitura e sub prefeituras Casa Verde e Santana Tucuruvi, Saúde. No 2º escalão: veículos de informação- portais, znnalinha, jardimpery.com, nossojornal,, lideres comunitários, representantes de ong´s, associações e oscps,

Como não temos autorização para gravar dentro do parque, conversei com visitantes durante a semana passada nas caminhadas matutinas:

Visitante Roberson,
Saber que o Horto é o parque urbano mais visitado do Brasil, como li num jornal do governo, é de encher nos de orgulho, mas chegar aqui próximo á esse lago das capivaras e sentir este mau cheiro é de dar ânsia de vomito, ou ficar no mínimo enojado e envergonhado com tal cena, esses animais ai em meio á essa água podre, esta cor da água então, esverdeada, é pura formação de algas pelo acumulo de coliformes fecais, puro esgoto. Reclamou o visitante Roberson.

Muitos amigos meus e amigos de outros amigos e colaboradores deste portal que são moradores do bairro da Pedra Branca e Santa Inez

É bom entender que os problemas ocorrentes com os animais no interior deste parque são muito antigos, mas ainda não são de conhecimento público. A começar pela poluição dos lagos, que ainda recebem uma grande carga de esgotos vertidos de bairros circunvizinhos para suas águas, e, os animais ao servirem-se da mesma e conviverem nos lagos( com coliformes fecais) certamente estão contaminados. A nossa reportagem que após receber estas fotos, anexa com outras fotos também enviadas por outros internautas, não poderia deixar de manifestar- se e pedir mais explicações sobre mais este fato e da continuidade da manutenção

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Violência no Jardim Peri: Jovem é assassinado a facadas.

publicado em 21/04/2010 às 09h15:

Mal-entendido provoca morte de jovem na zona norte

Garoto de 14 anos foi esfaqueado porque conversava e dava risadas com um amigo

Local Local onde adolescente foi morto após ser esfaqueado, no Jardim Peri, na zona norte. (Foto: JB Neto/AE)

..Um estudante de 14 anos foi morto a facadas porque foi mal-interpretado por um homem de 40 anos. O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (21) no Jardim Peri, na zona norte de São Paulo, após o garoto rir com um amigo. A vítima foi abordada após descer em um ponto de ônibus na rua Índio Peri, próximo à avenida Peri Ronchetti.

De acordo com informações preliminares, o garoto conversava e dava risadas com outro estudante, quando foi abordado por dois irmãos, um de 40 anos, autor do crime, e outro de 34. Eles acharam que os meninos estavam caçoando deles.

Com isso, uma discussão teve início e o irmão mais novo segurou um dos adolescentes para que ele fosse esfaqueado. A cena foi vista por uma testemunha, que acionou a central 190 da Polícia Militar.

O colega da vítima conseguiu escapar. O adolescente ferido chegou a ser encaminhado para o pronto-socorro do Mandaqui, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os irmãos foram detidos pelos policiais e reconhecidos pelo adolescente que fugiu na delegacia da Casa Verde (13º DP). O suspeito de assassinato deve responder por homicídio qualificado pelo motivo torpe.



Fonte: R7

domingo, 11 de abril de 2010

AGZN Destaca


Ana Carla Pereira


O Clube Paulistano de Tiro funciona há 71 anos em um terreno pertencente ao Parque Estadual Alberto Löefgren, o Horto Florestal. Suas instalações foram montadas no local em 1939, por influência da primeira medalha olímpica conquistada pelo Brasil (pelo tenente do Exército, Guilherme Paraense, na prova individual de tiro rápido 25 metros, em 1920, na Bélgica) a partir de uma cessão de Adhemar de Barros, então interventor federal.

Desde a década de 90, o Instituto Florestal tenta reaver a área de 178.528 metros quadrados, com entrada no número 3.321 da Av. Santa Inês. Após um longo processo judicial, em 2008, foi anunciada a decisão definitiva, sem possibilidade de recursos: a reintegração de posse poderia ser feita a qualquer momento pelo estado desde que a entidade fosse indenizada pelas benfeitorias efetivadas no local.

O Clube Paulistano de Tiro foi criado em 1939, a partir de um despacho de Adhemar de Barros, então interventor federal. O documento estabelecia a concessão para a construção de estandes de tiro em um terreno pertencente ao Parque Estadual Alberto Löefgren, o Horto Florestal.

Mas, desde meados da década de 90, o Instituto Florestal tenta reaver a área de 178.528 metros quadrados, com entrada no número 3.321 da Av. Santa Inês.

Desde então, a questão corre na Justiça. A polêmica voltou a mexer com a opinião pública em 17/3, quando o secretário Estadual do Meio Ambiente, Xico Graziano, anunciou durante evento realizado no Instituto Florestal, a liberação de recursos para o processo de resolução dessa antiga demanda.

Nesta semana, a diretora do Parque Estadual Alberto Löefgren, confirmou essa informação à reportagem de AGZN. “Há recursos de licenciamento ambiental para a retomada da área no valor de R$ 6,5 milhões”, disse Ana Lúcia Aromba. “Parte desse valor já está reservada para todas as despesas do processo, como o pagamento das benfeitorias feitas pelo clube, as adequações dos imóveis para uma nova função e até mesmo o conserto das calçadas na Av. Santa Inês”.

Ana Lúcia explicou as motivações da decisão de reintegração de posse. “A atividade de tiro não é compatível com uma área de preservação ambiental”, afirmou. “O chumbo utilizado nos projéteis contamina o solo.” A diretora do Parque Estadual Alberto Löefgren afirmou ainda que a intenção do Instituto Florestal é adaptar a área em questão para a instalação de um núcleo de oficinas de educação ambiental para jovens.

A reportagem de AGZN também entrou em contato com o Clube Paulistano de Tiro em busca de um posicionamento diante da situação. Segundo Igor Denyszczuk, presidente da instituição, a decisão judicial já foi tomada. Ele explicou que em 1995, o então governador Mário Covas revogou a cessão do terreno ao clube e que, no ano seguinte, o Instituto Florestal entrou na Justiça com um pedido de reintegração de posse. De acordo com Denyszczuk, após vitória do clube em três instâncias, em 2008, foi anunciada a decisão judicial definitiva, sem possibilidade de recursos.

“A Justiça estabeleceu o que determina o termo de cessão: que a reintegração de posse poderia ser feita a qualquer momento pelo estado desde que a entidade fosse indenizada pelas benfeitorias efetivadas no local”, afirmou. “Queremos manter o clube. O ideal seria ficarmos aqui, porque já temos uma estrutura pronta para o nosso trabalho. Mas, se precisamos sair, temos que ser indenizados. Caso contrário, vamos deixar de existir.”

Na edição de 24/3, foi noticiado no Diário Oficial do Estado que o Clube Paulistano de Tiro seria indenizado em R$ 3 milhões. “Espero que desta vez não fique apenas em palavras”, avaliou Denyszczuk. Ele explicou à reportagem de AGZN que o clube foi criado em 1939 para treinamento do tiro esportivo após o Brasil ter conquistado sua primeira medalha olímpica de ouro, justamente nesta modalidade. Ele conta que até hoje, 71 anos depois, funciona sem fins lucrativos, como determina seu estatuto. Atualmente, conta com cerca de 200 sócios e 17 funcionários.

“O clube se sustenta apenas a partir da contribuição de seus associados”, diz o presidente do clube. “Além de ser o único clube de São Paulo para o treinamento de tiro olímpico, também cede sua área para o treinamento de oficiais da polícia (civil e militar) e do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR)”.

O Clube Paulistano de Tiro é o único na cidade de São Paulo que oferece treinamento olímpico na categoria. “Somos federados e confederados, sediamos competições oficiais. Se deixarmos de existir, teremos uma grande perda para a cidade e para o esporte. Vamos ter uma olimpíada no Brasil, mas não temos incentivo algum para a modalidade.”

Igor Denyszczuk, presidente do Clube Paulistano de Tiro conclui: “acho que muita gente tem uma imagem errada do clube. Alguns ainda o associam à prática do tiro ao pombo. Ainda sofremos com esse estigma deixado pela história. Hoje, isso não acontece mais, mas ficou só preconceito. Na verdade, trabalhamos apenas pelo esporte.”

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Acidente no Jardim Pery

07/04/10 - 06h39 - Atualizado em 07/04/10 - 06h54

Carro da PM bate em caminhão em SP
Acidente foi na Zona Norte da capital.
Dois policiais ficaram feridos.


Na Zona Norte, um carro da Polícia Militar bateu de frente com um caminhão, no Jardim Peri, Zona Norte de São Paulo.

Veja o site do Bom Dia São Paulo

Os bombeiros chegaram a ser chamados para resgatar os policiais. Um deles está internado no Hospital das Clínicas e outro foi levado para o Hospital da PM. De acordo com os médicos, eles não correm risco de morte.


Veja o site do Bom Dia São Paulo

terça-feira, 30 de março de 2010

Fim do PSIU

Fim do PSIU
De: Fernando Emanuel Dias de Jesus


Uma lei aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo, praticamente acaba com o "Programa de Silêncio Urbano" da prefeitura,o PSIU.
A nova lei entrou em vigor dia 16 de março último, reduz os valores das multas que iam de R$ 4 mil a R$ 17 mil; agora serão de R$ 500 a R$ 8 mil.
As regras dificultam a fiscalização e acabam com a denúncia anônima, quem quiser reclamar de um vizinho tem de deixar nome, telefone e endereço.
A medição do ruído agora será feita dentro da casa do reclamante, com a presença do reclamado e de testemunhas.
O projeto de lei de autoria do vereador Carlos Apolinário, tinha sido vetado em 2009 pelo prefeito Kassab, mas o veto foi derrubado em 11 de março último.

sábado, 6 de março de 2010

Reunião define grupo de conselheiros do Conselho Consultivo do Horto Florestal - SP

Reuniu-se na nesta quinta-feira (04) de março no setor de Biosferas do Instituto Florestal (SP) o grupo de representantes escolhidos para a elaboração e aprovação do Conselho Consultivo do Parque Estadual Alberto Loefgren, conhecido Horto Florestal.

O objetivo foi selecionar os representantes que integrarão o grupo de discussão e negociação dos problemas e demandas ambientais voltadas para a melhor gestão do parque.

Estiveram presentes nesta 1ª reunião.
Diretora do Horto Florestal, Ana Lucia Arromba( que presidirá o conselho), funcionários da Fundação Florestal e Instituto Florestal, representantes das subprefeituras -Tremembé, Santana Tucuruvi e Casa Verde/Cachoeirinha, Policia Militar e Ambiental, Bombeiros do 2° Grupamento do setor norte, Associação Amigos do Horto, Comunidade Guarani do Jd Pery, Conselho Comunitário da Zona Norte, Obras Sociais Santa Cruz, Lions Clube, e da imprensa, Gazeta Zona Norte, ZN na linha, Repórter Peri, e o nosso portal Jardimpery.com.
Após a leitura do decreto, na presença de todos iniciou a indicação do quadro de membros á participar do conselho. Faltaram nesta reunião representates dos bairros: Pedra Branca, Lauzanne e Vila Amélia.

O evento de posse do 'Conselho Consultivo esta marcado para o dia 17/03 - quarta-feira, às 10:00h, no Salão Estação Vida, interior do Horto Florestal, a festa conta com a presença do secretário do meio Ambiente Xico Graziano que entregará os certificados aos membros escolhidos do conselho. O evento contará também as presenças de representantes das diretorias do Instituto Florestal, Fudação Florestal e imprensa. Existe uma espectativa do secretário anunciar além do inicio da revitalizção do parque Horto Florestal entre outras melhorias, a instalação de mais outros dois parques no entorno da Serra da Cantareira.


O parque foi criado pelo Decreto 335 de 10 de fevereiro de 1896 por iniciativa do botânico sueco da Comissão Geográfica e Geológica do Estado, Albert Löfgren. O Horto Florestal, além de parque urbano( de uso ao público) é também considerado '' Unidade de Conservação Ambiental do estado''. Apesar da exuberância na vegetação e da arquitetura antiga em alguns pavimentos antigos, o parque há tempos vem perdendo a autendidade original desde a sua fundação.Os diversos problemas que ao longo do tempo desencadearam uma depredação em vários aspectos, tendo como reclamação maior a ocorrência de esgotos clandestinos que ainda ocorrem para dentro do parque. O parque é pequeno se comparado á massa frequentadora que o busca como lazer.

Entrevistei alguns frequentadores do parque:
_Este parque é o único espaço público que nós, população, temos como área verde e de lazer na nossa região,mas o grande problema é que fica pequeno pra tanta gente, precisamos de mais parques como este. Sugere Leonardo Pires, outros visitantes reclamam a falta de investimentos. Mauricio Eduardo, visitante, 45 anos, nos lembra dos tempos que havia ciclovia no parque_ É uma pena que não se invistam em infra-estrutura aqui no horto como em outros parques da capital, mas sim, diminuido os espaços de lazer, por exemplo, antigamente tinha até ciclovia, mas tiraram, que devia voltar também ao parque como alternativa de laze...

''A integração da sociedade civil é indiscutivelmente importante na elaboração do plano de manejo seja para uma cidade, seja para o parque. Penso que, o melhor uso dos espaço públicos é aquele que atenda a todos, de forma equitativamemte e com qualidade, mas. sem perca a garantia da sua preservação natural ás futuras gerações. ''
Dentro dessa linha de pensamento a equipe do portal ''jardimpery.com e seus responsaveis'' torna-se membro representativo do conselho, e todas as informações, de acordo com que forem surgindo o portal as trarão.


Importante espaço de lazer e cultura, o parque ocupa uma área de 174 alqueires, com uma rica e diversificada composição arbórea de espécies nativas e exóticas.
Com seus 114 anos de história o parque sofre intenso impacto ambiental, problemas ameaçam sua preservação.
O tão esperado plano de manejo á ser implantado no Horto Florestal é uma discussão antiga e esperada, vamos ver agora se virão as melhorias.... Explica Rubens da comunidade Guarani. .

Essas e outras questões devem ser trabalhadas pelo conselho e seus parceiros, espero que, com certeza devam ser levantadas nas próximas reuniões para que o Conselho Consultivo, enquanto espaço de participação social das entidades da região tenha um posicionamento responsável em relação a esta problemática de extrema relevância.

Conselho
A criação do Conselho Consultivo é estabelecida pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) para a implantação de uma gestão integrada e compartilhada entre os órgãos ambientais das esferas federal, estadual e municipal responsáveis pelas unidades de conservação visando contribuir para o planejamento de ações, manutenção e gerenciamento da unidade.

Segundo o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, a palavra manejo pode ter vários significados. Um deles é "gestão do ambiente e de seus recursos, de modo que seu uso possa ser constante, sem redução num futuro indefinido". Considerando essa definição, um plano de manejo pode ser entendido como uma espécie de "plano diretor", com as diretrizes para a melhor administração de uma área e um importante instrumento de gerenciamento.
Ficou estabelecida a data para a nomeação dos membros do conselho, a ser realizada no dia 17/03/2010, no salão’’ Estação Vida’’ Horto Florestal, ao lado do campo de futebol.
Esta confirmada a presença do secretário do meio ambiente Xico Graziano, ele virá pessoalmente nomear os conselheiros indicados.

O portal jardimpery.com, esta junto na elaboração e adequação do plano de manejo do Horto Florestal.









TEXTO: Maria Luisa Scioli
Foto acervo: ®jjardimpery.com/2006

quarta-feira, 3 de março de 2010

LEMBRANÇAS DA BIQUINHA DA RUA INDIO PERI, NO JARDIM PERY

Um breve relato sobre a mais antiga das biquinhas deste bairro, que por um tempo serviu de fonte de abastecimento de água limpa.
Aqui inicio um registro da memória viva de uma das importantes ''bicas de água'' que por décadas serviram de fonte abastecedora de água limpa ás comunidades do Jardim Peri e circunvizinhança; falo da ''Biquinha da Rua Índio Peri''.

Que Saudades da biquinha do Pery.!!!!!


Infelismente, apesar, de ainda existir, seu estado de conservação é putrefato, com aspecto tão precário quanto ao asseio de um banheiro público. Uma situação deplorável como demonstra a foto ao lado, tomada em outubro de 2009.

Deixaram deteriorar-se uma fonte tão importante, misturar esgoto a água mineral por falta de conscientização ambiental do estado que não preserva seus patrimônios públicos e ambientais, e da população que pouco ou quase nada se preocupa nem se manifesta.
A começar pela calçada danificada, e, infiltrações da sarjeta para dentro da bica, o cano rente ao chão dificultando a coleta de água o relaxo da conservação da ''Biquinha'' demonstra a atual falta de respeito contra a natureza.

Era na ''Biquinha'', localizada na Rua Índio Peri, que a população pioneira do bairro abastecia-se de água limpa para beber e cozer, isso até meados de 1970.Quando nos terrenos acima da bica começaram as construções habitadas, os lançamentos de esgoto deixavam duvidosa a qualidade da água, e assim a bica foi sendo abandonada e esquecida, e os moradores, buscar água na bica do Arboreto Vila Amália, ou no Horto Florestal, apesar de longe, mas com a garantia de água limpa.

No estado de conservação que se encontra denotam a falta de ética e a despreocupação dos setores urbanísticos e do patrimônio Histórico da prefeitura e do estado que muito pessimamente zelam pela sua preservação e manutenção, mas também há ainda populares que ou nada fazem para cuidar ou ainda colaboram no desmantelamento,despejando lixo ou se utilizando da nascente para fins não convincentes ao uso e o hábito comum.

"Antigamente, quando o bairro não dispunha água encana, era na biquinha que a gente ia buscar água era para uso doméstico, e tanto servia para beber. Lembra Alzira, moradora.

Quem não sem lembra dos tempos antigos dos grandes aglomeros de pessoas enchendo garrafões, baldes, cacimbas e garrafas ou potes um a um de água mineral, ou, das travessias de pessoas caminhando em filas pelas ruas do bairro baldeando água. Lembro-me bem das filas intermináveis de pessoas, famílias inteiras esperando a sua vez para encher suas vasilhas.

Mas tudo tem seu fim, A Municipalidade com sua maquina do crescimento urbano foi chegando e com ela trazendo os abusos do progresso. Em nome da melhoria, devastou o que ainda havia de mata, pavimentou e delimitou as ruas ruas com guias e sarjetas do Jd Pery. Mas para a Bica da Rua Índio Peri o que foi feito? NADA!!!!
Quais serviços pela preservação da bica foram executados?Nenhuma!!!!!!
O que sei é que com o tempo, a água pura, límpida e cristalina que nascia e corria naturalmente, passou a ser considerada bacteriologicamente nociva (não potável) e, como tal, condenada para uso público.


Esta bica, com a chegada do progresso foi sendo aos poucos abandonada e caiu em total esquecimento.
Atualmente, não serve mais como fonte de abastecimento, sendo ainda utilizada somente por moradores de rua ou por pessoas que ainda se utilizam da fonte para refrescar-se e tomar banhos nos períodos quentes de verão. Mas ainda existem os que se arrisquem até mesmo bebendo da água na ponta da bica.Populares que moram perto da bica afirmam que há os que vem lavar o carro na bica.

Nos terrenos laterais onde compreendem-se as nascentes da bica, hoje estão todos ocupados com vastas moradias e super habitadas. Os esgotamentos sanitários comprometem a pureza da água levando o risco de contaminação.

Não há parecer nem técnico nem estrutural dos setores do estado ou da prefeitura para a manutenção a da Bica i: De acordo com as regras de preservação de patrimônios históricos da cidade, esta bica não possui nenhuma característica que legitime ser considerada patrimônio histórico, por isso impossível de ser tombada. Ela Não tem estrutura e nem aspecto de um monumento, mas a água esta lá, corre sem parar.

Analiso que, talvez a bica da Rua Índio Peri, não tenha mesmo nada a ser considerado como um patrimônio a ser tombado, mas será que do ponto vista da escassez desse bem tão necessário e vital para a humanidade, a água potável, não deveriam ao menos respeitá-la por ter sido ela fonte servidora de água potável á toda uma população até a poluírem no crescimento do bairro sem planejamento?. Será que é impossível edificar-se ali uma construção digna?

Se não há o que considerar como patrimônio porque ali não se ergue então o primeiro dos patrimônios históricos do Jardim Peri.......
Em suma, só digo tudo isso, por ter ali passado e visto a situação deplorável do que considero um descaso dos setores públicos com a nossa antiga biquinha.




Robinson Dias




quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

JARDIM PERY: LIXO EM PONTOS VICIADOS É PARTE INTEGRANTE NA PAISAGEM DO BAIRRO.

Por Robinson Dias

De um ano para cá os lixões clandestinos e a céu aberto continuam crescentes por vários pontos espalhados da capital paulista, e aqui na zona norte, especialmente no bairro Jardim Pery a situação não é diferente.
Entulhos e todo tipo de restos de materiais de construção, móveis velhos e galhos de árvores, entre outras coisas como restos de comida e até animais mortos aos poucos vão se integrando a paisagem natural do bairro, deixando ruas com um aspecto visual degradante.

Na semana passada fotografei 16 pontos de desova de lixo, no Jd Pery e imediações.

Mesmo com a coleta domiciliar feita regularmente, muitos moradores insistem ainda, deseducadamente, em desfazer se do lixo em horários e locais inapropriados, reclama o morador Leonardo Dias, _Aqui nesta esquina a pilha de lixo é diária, tem morador que vem de outra rua por lixo na calçada, do lado do ponto de onibus, em frente á agência bancária, tem até um gato morto ai hoje.
Enquanto forografava o mau cheiro insuportável exalava fortemente. ''A prefeitura, bem que tem um pouco de culpa também, porque além deles demorarem a recolher o lixo, dando exemplo, devia fiscalizar isso e multar esses porcões que despéjam lixo na rua Enfatiza Leonardo.

Na foto acima, vemos o contraste entre: a fachada da agencia bancária Bradesco ''recém inaugurada na avenida central do bairro, com uma pilha de entulho, resíduos domésticos e até um coxão tomando conta da passagem.

Na foto ao lado, vemos uma imagem que permanece há mais de 30 dias. Lixo e entulhos na calçada do colégio Estadual Rita Bicudo Pereira , mesma avenida, também transformada em mais um ''ponto viciado'' onde moradores fazem desovas periodicamante.
O local é de grande fluxo de automóveis, dobrando o risco de atropelamentos. Com as volta as aulas o perigo torna-se maior para os alunos desta escola, pois o lixo fica quase em frente á entrada principal. Os alunos são obrigados a transitar no meio fio. Cosultamos a direção da escola que não se manifestou sobre o problema.

Aliado á irresponsabilidade de alguns moradores, há ainda a ação dos carroceiros, que jogam entulhos e outros tipos de lixos em locais inapropriados.

Moradores locais informam que por falta de alertar a prefeitura do problema não é, eles afirmam já ter feito diversos pedidos á subprefeitura, mas o problema continua, _ Alguns moradores próximos viciaram em por suas suas sacolinhas de lixo nesse ponto, com o tempo moradores de outras ruas passaram a fazer o mesmo, agora vem até gente de carro e caminhões despejar lixo e tai como esta. Reclama indgnado Antonio de Freiras, comerciante há mais de 30 anos no bairro.
Sua esposa, também indgnada conversa com a nossa equipe _ o lixo vai se acumulando, fica ai por semanas até que alguém venha e ponha fogo, complicando mais a situação, quem vem de longe pensa que a culpa é de nós moradores daqui, mas o que podemos fazer? já reclamamos ao 156 e á direção da escola, ligamos para a subprefeitura mais de uma vez, mas não dão nem resposta.. ....''olha lá as marcas no muro da escola, até a coitada da árvore acaba sendo agredida, é um absurdo, já não não sabemos mais a quem recorrer, a subprefeitura não nos dá nem atenção, ligamos no 156 e nada é feito.


NO JARDIM PERY O LIXO AOS POUCOS VAI SE INCORPORANDO Á PAISAGEM NATURAL DO BAIRRO.

Abaixo enumeramos imagens de alguns pontos viciados que flagramos com a nossa câmera.

Da esqerda para a direita:
1ª) Esquina da Av. Santa Inês com a Pery Ronchetti
2ª) Esquina da Pery Ronchetti com Rua Senador Lameira Bittencourt
3º) Monteiro de Camargo
4ª) Edgar Salles - portão da escola Rita Bicudo

5ª) Esquina da Rua Edgar Sales com a Monteiro de Camargo
6ª)Esquina da Av. Mariana C. Ronchetti



Enquanto caminhamos pelo bairro, a nossa equipe de reportagem constatou o acúmulo de mais de 15 "pontos viciados". Ou seja, locais proibidos para o descarte, mas que a população acostumou-se a utlilizá-los como pontos de descartes para seus lixos produzidos. Uma ação equivocada e contrária aos direitos do cidadão.
Jogar lixo na porta alheia caracterza-se crime ambiental e um atentado ao pudor e desacato á ordem pública.

SEJA CIDADÃO CONSCIENTE, JOGUE O SEU LIXO NO LIXO, EM HORÁRIO E LOCAL DETERMINADO
Para fazer a sua reclamãção, ou denunciar casos como este problema acesse o portal da prefeitura:
PREFEITURA 156



Quer ler mais sobre este problema?

JD PERY: Lixo vira problema de saúde pública em bairro da capital.


LIXO EM LOCAL IMPRÓPRIO: UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA

LIXO NA RUA ANTONIO DIAS DA SILVA: UMA QUESTÃO DE EDUCAÇÃO E SAÚDE PÚBLICA.

Texto Robinson Dias
Fotos: Robinson Dias e Helenna Scioli

Arquivo do blog